sábado, 11 de maio de 2019

Pêras-Rocha Assadas com Queijo Roquefort, Mel e Nozes Pecan

Acho que estou, finalmente, a chegar a uma fase mais zen... Encontrei um mantra para não me chatear quando não vale a pena ("Not my circus, not my monkeys"), afasto-me de pessoas tóxicas nos meus relacionamentos pessoais, recordo o passado para lhe encontrar as lições mas não me demoro nele, estou cada vez melhor na criação de objectivos pessoais e profissionais SMART (S = Simples; M = Mensuráveis; A = Atingíveis; R = Realistas; T = Temporizados ou definidos no tempo), tento manter tudo simples na minha vida e já não "mato" a cabeça (ou o corpo) com ideias e enfoques perfeccionistas, afinal, como dizia o falecido ex-secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, "mais vale feito que perfeito".

Confesso que também ajudou à minha paz de espírito e serenidade que a nossa vizinha de cima tivesse parado (será que parou definitivamente?) com as sacudidelas de roupa e tapetes por cima da janela do nosso quarto e as limpezas ruidosas ao Domingo de manhã (e "só" foram precisos 6 meses e várias conversas para que isso deixasse de acontecer). Caramba, o que se passa na cabeça das pessoas que não se lembram do segredo de bem viver em sociedade? E é tão simples, "não faças aos outros o que não gostarias que te fizessem a ti".

As empresas estão a entrar na época mais forte do ano e, como as formiguinhas, suamos a sério na Primavera, Verão e início do Outono para preparar o Inverno. E haja trabalho e muito, que, como dizia a querida avó, "temos de ganhar tostão para pagar o pãozinho dos meninos" cá de casa!

Entretanto, mais equilibrada comigo mesma, e porque como dizia em cima, já não "mato" a cabeça com ideias perfeccionistas, decidi que os nossos jantares diários e próximas refeições de datas festivas continuarão a ser nutritivas, equilibradas, de encher os olhos antes da barriga, mas sem stresses..."Keep it simple (always)!"
E a receita que partilho hoje é assim mesmo, nutritiva, equilibrada, de encher os olhos de tão bonita, rápida e simples!

Cá em casa temos sempre imensa fruta em fruteiras enormes: a fruta bio que vem da quintinha do pai vai para uma fruteira e a fruta genérica (não bio) que compro no mercado ou no supermercado vai para outra. E o meu dia começa sempre com fruta, em batidos, smoothies, ou simplesmente no prato, com sementes, frutos secos ou iogurte. Hoje olhei para estas Pêras-Rocha, maduras mas ainda firmes, lembrei-me que tinha queijo Roquefort no frigorífico e desta nossa receita mais antiga... Juntei-lhes Mel, Tomilho-Limão da nossa pequena hortinha bio, Nozes Pecan e deu nisto: tão simples e tão bom!

E enquanto me deliciava dei por mim a pensar no próximo aniversário importante que se aproxima, o da querida mãe, que está quase aí à porta... Entre mais uma dentada nestas pêras granulosas e tenras com sabor a mel, queijo intenso e pimenta, fui pensando em presentes e no cansaço que me causa andar à procura de "mais uma coisa" numa loja qualquer. Coisas e mais coisas para acumular, guardar e depois arrumar...
Mais uma dentada e eureka! E se o presente fosse algo que a ajudasse a reequilibrar-se também? Fui espreitar o site da Fixando e achei!

Se ainda não conhece a plataforma Fixando, sugiro que vá espreitar, porque lá encontramos desde electricistas, pintores de interiores e de exteriores, canalizadores, arquitectos, designers, fotógrafos, serviços de catering para uma data especial, vários serviços para festas de crianças, contabilistas para tratar do próximo IRS, massagistas terapêuticos ou de desporto, etc. Se preferir explicado assim, esta plataforma online presente em 14 países para além de Portugal, liga profissionais e clientes à distância de um clique. É fácil, é seguro, é personalizado para cada cliente e torna tudo tão mais simples do que andar a fazer pesquisas na internet sem garantia de opiniões de quem já usou enquanto cliente ou da qualidade dos prestadores de serviços locais.

Agora, dê-me uma ajudinha s.f.f., para o aniversário da minha mãe, entre uma massagem terapêutica ou uma aula de yoga para a ajudar a relaxar da sua missão de filha-cuidadora-informal de uma mãe com doença de Alzheimer, o que acha que devo escolher na Fixando?

Entretanto, aproveite o fim-de-semana de bom tempo, descanse, divirta-se, experimente estas Pêras-Rocha Assadas e conte-me o que acha (da receita e das ideias de presente para oferecer à mãe)!






[  Junte-se a nós no Instagram  ]


Nº Pessoas: 4
Tempo Prep.:  30 m.
Dificuldade: * (Fácil)
Ingr. Principal: Fruta
Vegetariano: Sim (Lactoveg)
Para Crianças: Sim
Tipo Prato: Entrada
Festividade: N/A
Cozinha: Europeia

Ingredientes:   
- 2 Pêras-Rocha biológicas maduras (mas firmes)
- Mel (não centrifugado) q.b.
- 6 hastes de Tomilho-Limão fresco (lavadas e secas)
- 4 colheres de chá de Queijo Roquefort
- 8 Nozes Pecan (4 inteiras + 4 picadas grosseiramente)
- Pimenta Preta acabada de moer q.b.

Também vai precisar de:
- Tábua de corte + faca
- 1 Colher de chá ou colher baller de Melão
- 1 Tabuleiro de forno
- Papel vegetal de culinária q.b.

Preparação:
Pré-aqueça o forno (modo de aquecimento em cima e em baixo) a 200º C.
Lave e seque bem as pêras, corte-as ao meio e retire as sementes usando uma colher de chá ou uma colher baller de melão (deixe ficar o pedúnculo). Disponha as metades das pêras num tabuleiro de forno (com o fundo forrado com papel vegetal q.b.), regue o topo com mel (usei 2 colheres de chá) e disponha 1 haste de tomilho por cima (no centro de cada metade). Leve ao forno durante 15 minutos ou até que as pêras estejam cozinhadas e suaves (pode testar se o interior da pêra não oferece resistência a um palito, p.ex.). Deixe arrefecer.

Depois de arrefecidas, descarte o tomilho, coloque sobre o centro de cada metade de pêra uma colher de chá de queijo Roquefort e por cima do queijo disponha uma noz pecan inteira. Mesmo antes de servir, tempere cada metade com mais algum mel a gosto, polvilhe com as nozes pecan picadas, decore com 1/2 haste de tomilho fresco e tempere com pimenta preta acabada de moer.


Bom Apetite!


Nota: Receita original de Elena Szeliga (Happy Kitchen) e adaptada pela cozinheira da casa
 
http://www.fixando.pt/

2 comentários:

Isabel Ribeiro disse...

Tive um problema parecido com uma vizinha. A sra gostava de estender a roupa a pingar do 4º andar cá para baixo e molhava-me a entrada do terraço e a roupa estendida dos vizinhos dos outros andares. Andámos 1 ano a tentar resolver a bem, como não foi possível a administração do prédio tem agora um processo judicial a decorrer contra a sra. Uma vergonha quando as pessoas só veem o seu umbigo! Desejo que consigo seja mais fácil resolver.

Parabéns pelas fotos tão bonitas e cheias de luz (gosto mais destas do que das que faz mais escuras), pela receita e quanto à ideia para a sua mãe gostei das duas. Se calhar oferecia agora uma no aniversário e a outra no natal e a sua mãe ia ficar toda feliz! ;)

Ivete Pereira Hipólito [ blog COMIDAcomPAIXÃO ] disse...

Ui, que chatice Isabel! E por causa da falta de civismo, respeito e boa vontade da sua vizinha, agora todo os condóminos pagam duplamente a factura... Lamento saber da sua história e espero que consigam também resolver o vosso problema.

Muito obrigada, fico muito feliz que tenha gostado tanto das fotografias desta receita. Acho que foi a Primavera que, para além de ter inspirado a receita, inspirou as fotografias mais luminosas.

Adorei a sua ideia quanto ao presente para a minha mãe! Obrigada pela sugestão, Isabel!

Um beijinho para si e votos de uma excelente semana! <3