sexta-feira, 17 de maio de 2013

Tapas no Prato... Inspirações com conservas de Cavala, Sardinhas e Mexilhões

Depois do francês Nicholas Appert ter descoberto, em 1804, o princípio da conser­vação dos alimentos pelo calor (esterili­zação), em recipientes hermeticamente fechados (o que confere uma conservação duradoura e a possibilidade de acondicionamento num meio hermeticamente fechado, garantin­do um produto seguro e de fácil preparação) e após o trabalho do in­glês Peter Durand, que patenteou em 1810 o invólucro metálico para as conservas, as latas de conservas conheceram o mundo.

Diz-se que a indústria de conservas de peixe se instalou no nosso país pela mão de um industrial francês da Bretanha, no entanto, supõe-se que foi a convergência de vários factores, como a abundância de peixe, a vasta extensão da linha costeira e a nossa tradicional arte piscatória, que terão criado em Portugal condições favoráveis ao nascimento da in­dústria de conservas de peixe, que ainda hoje eleva o nome do nosso país pelo Mundo. E desde o séc. XIX que a indústria conserveira portuguesa faz as delícias de quem gosta do peixe e moluscos atlânticos!

Nesta nossa casa portuguesa há sempre conservas na despensa. São perfeitas para os "jantares de preguiça", como gosto de lhes chamar: uma sopa, pão torrado, uns legumes frescos conjugados com conservas nacionais de boa qualidade, um copo de vinho tinto Alentejano e, voilá, jantar feito em três tempos!
As nossas preferidas são de Mexilhões em molho de Escabeche, Petingas e Sardinhas (Picantes e em molho de Tomate) e hoje experimentámos também as de Cavala e de Sardinhas em Água.

Entusiasmada, criei quatro receitas de Petiscos que funcionaram excepcionalmente bem e que partilho também consigo. Duas mais suaves para contrapor com as outras duas mais picantes e que ficaram tãoooo saborosas, que no meio da conversa animada e de mais uma dentada destas delícias, a garrafa de vinho tinto alentejano desapareceu sem darmos conta!

Se é fã de petiscos, não deixe de experimentar estas nossas sugestões! Super rápidas de preparar, muito gulosas e mega nutritivas, são simplesmente perfeitas para um jantar de improviso ou um amuse bouche entre amigos!



Junte-se a nós no Instagram



Tapa 1 | Bolinhos Fofos de Cavala com Cebolinho, Tomate Seco e Piri-piri

Nº Pessoas: 2
Tempo Prep.:  90 min.
Dificuldade: * (Fácil)
Ingr. Principal:  Peixe
Vegetariano: Não
Para Crianças: Sim
Tipo Prato: Petiscos
Festividade: N/A
Cozinha: De Autor

Ingredientes:  
- 4 Batatas pequenas
- Água fervente q.b.
- Sal marinho q.b.
- Sumo de Limão q.b.
- 2 pedaços grandes de Tomate seco
- 8 hastes de Cebolinho
- 1 pitada de Piri-piri
- 1 lata de Cavala em conserva
- 1 Ovo
- Pão Ralado q.b.
- Óleo Alimentar (para fritar)

Também vai precisar de:
- 1 Panela pequena
- 2 Pratos fundos
- 1 Prato raso
- Película aderente q.b.
- 1 Frigideira média antiaderente ou Wook médio
  
Preparação:

Comece por descascar as batatas e coza-as com uma pitada de sal marinho. Assim que estiverem prontas, escorra a água e esmague-as até ficarem em puré. Esprema um pouco de sumo de limão para ajudar a formar o puré (vá deitando pouca quantidade de cada vez e prove para que o puré não fique demasiado ácido). Reserve.

Num prato fundo deite o tomate seco e o cebolinho picados finamente, uma pitada de sal, uma pitada de piri-piri e depois as batatas em puré. Envolva tudo muito bem com a ajuda de um garfo. Abra a lata de conserva da cavala, deite uma quantidade generosa do azeite da conserva na mistura e envolva novamente. Retire a cavala da lata e corte-a em pedaços para dentro da tigela. Volte a envolver até obter uma pasta homogénea. Adicione depois um ovo previamente batido e misture tudo bem.

Noutro prato fundo deite pão ralado a cobrir a base e comece a formar pequenas bolas espalmadas com as mãos. Cada bolinho deve ser envolvido em pão ralado e colocado depois num prato limpo. Repita o último passo até terminar a pasta (a quantidade de ingredientes indicados rende cerca de 10 bolinhos). Cubra o prato com película aderente e leve ao frigorífico no mínimo durante 1 hora. Retire 10 minutos antes de os fritar (use óleo alimentar para que fiquem mais leves e estaladiços e não coloque muitos bolinhos de cada vez na frigideira para que a temperatura do óleo não desça demasiado).

Sirva à temperatura ambiente.


Tapa 2 | Folhadinhos de Petingas Picantes com Cenoura e Aipo

Nº Pessoas: 2
Tempo Prep.:  90 min.
Dificuldade: * (Fácil)
Ingr. Principal: Peixe
Vegetariano: Não
Para Crianças: Sim
Tipo Prato: Petiscos
Festividade: N/A
Cozinha: De Autor

Ingredientes: 
- 1 Cenoura ralada
- 1 talo de Aipo fresco
- 15 gr de Salsa fresca
- 1 lata de Petingas Picantes
- 1 placa de Massa Folhada
- Água q.b.

Também vai precisar de:
- 1 Ralador
- 1 Tigela funda
- 1 Tesoura
- Película aderente q.b.
- 1 Chávena de Chá
- Papel Vegetal q.b.
  
Preparação:


Rale a cenoura descascada e lavada para dentro de uma tigela funda. Junte depois o aipo, previamente lavado, finamente picado e a salsa lavada e picada. Envolva.

Abra a lata de petingas e escorra uma parte generosa do líquido da conserva, adicionando depois as petingas cortadas aos pedaços (não adicionei os legumes que vinham no fundo da conserva para que o sabor não ficasse demasiado forte). Misture bem todos os ingredientes. Tape a tigela com película aderente e leve ao frigorífico no mínimo durante 1 hora.

Quando for preparar os folhadinhos, tire a pasta que preparou com as petingas e a massa folhada do frigorífico 10 minutos antes de usar.
Estenda a massa, sem tirar o papel vegetal da base, corte longitudinalmente a massa e depois cada uma das partes ao meio (obterá 4 rectângulos de massa). Coloque 2 colheres de sobremesa da pasta no centro de cada rectângulo, molhe os dedos em água e humedeça levemente toda a massa sem recheio; finalmente, dobre o rectângulo ao meio, unindo cada uma das quatro pontas. Use uma chávena de chá para recortar a massa e formar uma meia lua. Coloque os folhadinhos numa travessa de forno forrada a papel vegetal e leve ao forno até a massa ficar dourada (verifique as indicações de cozedura na embalagem da massa).

Sirva ainda morno ou à temperatura ambiente.


Tapa 3 | Folhadinhos de Sardinhas em Água com Tomate e Azeitonas Gordal

Nº Pessoas: 2
Tempo Prep.:  90 min.
Dificuldade: * (Fácil)
Ingr. Principal: Peixe
Vegetariano: Não
Para Crianças: Sim
Tipo Prato: Petiscos
Festividade: N/A
Cozinha: De Autor

Ingredientes: 
- 2 Tomates frescos pequenos
- 5 Azeitonas variedade Gordal 
- 5 gr de Salsa fresca
- Sal marinho q.b.
- Azeite Extra-Virgem q.b.
- 1 lata de Sardinhas em Água
- 1 placa de Massa Folhada

Também vai precisar de:
- 1 Tigela funda
- 1 Tesoura
- Película aderente q.b.
- 1 Chávena de Chá
- Papel Vegetal q.b.
  
Preparação:


Lave os tomates e parta-os ao meio. Retire todas as sementes, corte-os em pedaços finos e deite-os numa tigela funda. Adicione as azeitonas finamente picadas e descaroçadas, a salsa também picada, uma pitada generosa de sal, um fio de azeite e.v. e envolva tudo. Abra a lata das sardinhas, escorra toda a água e corte-as para dentro da tijela. Envolva tudo até obter uma pasta homogénea. Tape a tigela com película aderente e leve ao frigorífico no mínimo por 1 hora.

Quando for preparar os folhadinhos, tire a pasta que preparou com as petingas e a massa folhada do frigorífico 10 minutos antes de usar.
Estenda a massa, sem tirar o papel vegetal da base, corte longitudinalmente a massa e depois cada uma das partes ao meio (obterá 4 rectângulos de massa). Coloque 2 colheres de sobremesa da pasta no centro de cada rectângulo, molhe os dedos em água e humedeça levemente toda a massa sem recheio; finalmente, dobre o rectângulo ao meio, unindo cada uma das quatro pontas. Use uma chávena de chá para recortar a massa e formar uma meia lua. Coloque os folhadinhos numa travessa de forno forrada a papel vegetal e leve ao forno até a massa ficar dourada (verifique as indicações de cozedura na embalagem da massa).

Sirva ainda morno ou à temperatura ambiente.


Tapa 4 | Colheres de Mexilhões em Escabeche, estaladiço de Pão, Limão e Flor de Sal

Nº Pessoas: 2
Tempo Prep.:  5 min.
Dificuldade: * (Fácil)
Ingr. Principal: Molusco
Vegetariano: Não
Para Crianças: Sim
Tipo Prato: Petiscos
Festividade: N/A
Cozinha: De Autor

Ingredientes: 
- 1 lata de Mexilhões em molho de Escabeche
- Sumo de Limão q.b.
- Flor de Sal q.b.
- 3 a 4 fatias de Pão torrado

Também vai precisar de:
- Colheres de servir em cerâmica
- 1 Tigela funda
- Torradeira
 
Preparação:

Abra a lata de mexilhões e deite-os (e ao molho) dentro de uma tigela funda. Adicione uma pitada de flor de sal e umas gotas de sumo de limão. Envolva tudo. Reserve.

Corte fatias finas de pão e torre-as até ficarem douradas. Corte pequenos quadrados de pão que encaixem perfeitamente no fundo das colheres que usar para servir. Deite um mexilhão grande (ou dois pequenos) por cima do pão estaladiço e uma ou duas colheres de molho. Repita o último passo até acabar a quantidade de mexilhões.

Sirva à temperatura ambiente.


Bom Apetite!

http://www.goodies-boutique.com/

2 comentários:

Helena Pereira disse...

Adorei todas as sugestões!
Parabéns pelo blogue!

Ivete Pereira Hipólito [ blog COMIDAcomPAIXÃO ] disse...

Fico feliz que tenha gostado, Helena! :) Obrigada pelo seu comentário e pela sua presença! Seja bem-vinda a esta cozinha!
Quando experimentar as receitas na sua cozinha partilhe como ficaram, vou gostar de saber. ;)

Beijinho, bom fim de semana e até breve!